Empreendedores

Branding Naming: Veja como elaborar um nome criativo para sua marca

Jorge Torrez

|

20/12/2021

|

7 min de leitura

|

Voltar

Branding Naming
7 min de leitura

Nesse artigo vamos explicar sobre uma técnica que vai ajudar com a construção de uma marca forte e para isso vamos utilizar a ferramenta de Branding Naming, trata-se de 9 passos que você precisa seguir.

Existem vários exemplos de produtos que chamamos pela marca e nem nos damos conta que na verdade aquilo não é nome do produto e sim do fabricante, como por exemplo temos a Maizena, que na verdade o produto amido de milho, no entanto ninguém se lembra de comprar amido de milho e sim Maizena.

E é exatamente isso que essa poderosa técnica de Branding Naming faz com a sua marca, capaz de criar uma necessidade no consumidor a ponto de você ter market share predominante em seu mercado.

Naming o que é?

Talvez você esteja se perguntando mais o que é naming? Se traduzirmos de forma literária o significado é nomear, porém tecnicamente falando são um conjunto de técnicas utilizadas para criar nomes poderosos de uma empresa, serviço, eventos ou qualquer outro tipo de projeto com o objetivo de diferenciar no mercado.

Vamos simplificar em 9 passos para que você realmente possa ter uma marca forte e criativa e no final vou dar uma dica extra bem importante.

Branding Naming, qual a relação e a importância? 

Ao utilizar o processo de naming facilitará as estratégias de toda a comunicação da marca, sempre com o objetivo inicial que mencionamos onde o mundo ideal é ter boa fatia de share de um determinado mercado, especialmente quando falamos de como criar nome de empresa. 

Para que seja um processo adequado é muito importante termos alguns critérios resumidos abaixo:

  • Um erro muito comum dos empreendedores é pensar em criar o nome que mais lhe agrada, sendo que o ideal é vc criar o nome sempre pensando na persona, afinal de contas ela que paga a conta;

  • Assim como é fundamental olhar tanto para dentro da organização com seu objetivo assim como também o mercado como um todo, ou seja, fatores tanto internos como também externos;

  • Ter com muita clareza quais são a posicionamento estratégico do mercado, ou seja, qual fatia de mercado que gostaria de se posicionar;

  • Outro ponto importante é as variações dos nomes, existem várias maneiras de criar, dessa forma relato mais abaixo.

Somente dessa maneira a ferramenta naming brading poderá ser aplicada com sucesso, garantindo assim que se crie uma marca forte e que realmente se diferencie do mercado.

Naming: Construção Morfossintática 

Construções morfossintática servem para trabalhar melhor com o vocabulário, palavras, substantivos ou até mesmo adjetivos. 

Existem algumas formas de criar nome para seu projeto e para isso vamos demonstrar abaixo para que fique claro essa diferenciação e você possa aplicar a mais adequada a sua marca. Veja algumas variações de nomes usando a técnica morfossintática:

  • Nome descritivo: Esse são aqueles que já demonstra o que a sua marca faz, podemos usar como exemplo Guaraná Jesus, provavelmente você já ouviu falar dessa marca e ela já deixa muito claro o que esse produto.

  • Nome por experiência: Esse é um outro forma bem interessante não falando claramente o que o produto / serviço faz, mas qual é a experiência que você vai causar aquele consumidor, quem faz isso muito bem é marca de roupas Amazonia;

  • Nome por abreviação: E aqui tem uma estratégia interessante porque é normalmente mais agradável e rápido para lembrarmos e até de falarmos na verdade, que usou muito bem isso foi C&A dos irmãos e fundadores Clemens e August;

  • Nome dos fundadores: Embarcando ainda no nome da C&A as vezes faz muito sentido ter o nome dos fundadores;

  • Nome da origem: As vezes o nome do local ou origem da marca faça sentido;

  • Nome por estrangeirismo: Aqui e importar um nome para determinado produto, cuidado apenas com sua persona se realmente ela ter fluência na língua que você deseja colocar;

  •  Nome por Onomatopeia: Esse também bem interessante porque tem origem de algum som característico.

Bom em resumo são essas as formas criar o seu nome, porém isso é apenas a base que possamos mergulhar no processo de naming. 

Branding Naming

O processo de Naming: 9 passos fundamentais 

Agora sim vamos no aprofundar em usar a técnica de forma adequada, sendo assim nossa sugestão é que esse seja um verdadeiro check list ao ciar sua marca.

  1. CAPACIDADE DE CAUSAR IMPACTO 

Capacidade de causa impacto é fundamental é importante pensar em nome que realmente chame atenção que se diferencie no mercado. Repare que os grandes concorrentes de mercado têm nome de impacto, porém são totalmente diferentes.

Por exemplo Mc Donalds é totalmente diferente de burger king, porém olha que impactante o nome do Burger King, realmente é muito impactante, porque consegui reunir uma clareza na informação o que a marca vende e assim como também traz um impacto para a persona.

Levando a persona a pensar naquele hamburguer de Rei mesmo sabe, como popularmente chamamos de “monstro”, percebe o impacto mais junto com isso a originalidade atingida o cliente ideal.

2 . CONCISÃO 

Continuando aqui o próximo passo o nome da sua marca precisa ter poucas palavras até para ser fácil de lembrar, por exemplo você esqueci o nome Nike? Provavelmente não, porque é pequeno e principalmente fácil de lembrar.

Então cuidado com nomes muito grandes!

3. ESCRITA E PRONÚNCIA 

Já emendando no próximo passo da técnica de brading naming, a marca precisa ser fácil de escrever e pronunciar, aqui é duas dicas em uma. Cuidado com nomes complexos de falar ou escrever o cliente inclusive tem dificuldade de executar tal atividade.

Ratificamos aqui cuidado com o nome em inglês, é bonito criar nome em inglês mais sabe aquele negócio de olhar para o consumidor que falei no início do artigo? É exatamente isso, seu cliente fala inglês? Se não por que vai criar uma marca em inglês?

4 . GOSTO DE ESCUTAR 

O nome da sua marca é gosto de escutar, para que o naming seja eficaz é necessário que aquele som não se confunda entre as palavras, sabe aquela empresa que é tão difícil de falar que perguntam quando você liga, sou da empresa XPTO aí pessoa pergunta de volta, não entendi qual o nome da sua empresa?

É porque não usou a técnica de naming, simplesmente ignorou a forma de criar uma marca corretamente, pensando inclusive na agradabilidade do som. 

5 . TRANSMISSÃO DA MENSAGEM 

Na medida do possível, procure por nome que atendam as características já menciona anteriormente que o nome já passe o que a marca faz, ou qual é a causa que ela defende, qual experiência que ela proporciona.

Então sem dúvidas ter uma marca que logo de cara transmita a mensagem é lago fundamental. Por exemplo temos um cliente meu aqui que o nome da marca dele é casa do sol, achamos sensacional porque a empresa dele instala energia solar e faz todo sentido o seu posicionamento.

6 . FACILIDADE DE MEMORIZAÇÃO

Outro ponto importante precisamos pensar ao como criar o nome de uma empresa que ela facilite a memorização por parte do seu cliente, lembra do menos é mais, seu cliente precisa ter facilidade em memorizar a sua marca caso contrário não existe trabalho de branding que justifique.

7 . INOVAÇÃO 

Continuando com a técnica de naming, recentemente tivemos a criação da nova marca do Facebook que se chama meta, que é o nome do grupo. Na verdade, o Facebook estava atento aos sinais externos e teve a leitura de uma tendência de mercado que já estava em alta no vale do Silício, porque meta verso quer dizer mundo digital que tenta replicar a realidade.

E essa é uma dica muito importante, que o naming seja realmente inovador que aponte e acompanhe o processo de inovação naquele mercado.

8 . USE ACRÔNIMOS QUANDO APLICÁVEL 

Um bom exemplo aqui de acrônomos para que entenda na prática é ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), veja que é um conjunto de iniciais que formam uma marca, que diga-se de passagem muito bem criada.

9. REFERÊNCIA EXTERNAS

Eu falei sobre usar palavras em inglês para tomar cuidado com isso, no entanto preciso trazer um contraponto aqui que tem palavras que são de outras línguas fáceis de falar, memorizar, são curtas e impactantes.

Exemplo Reebok é uma palavra africana que é um tipo de antílope, essas sacadas são muito legais, entretanto perceba que qualquer um pode falar e talvez nem você sabia que era um antílope, coloca aqui nos comentários do BLOG se você sabia!

Enfim como aplicar Naming

A nossa última dica de aplicar o processo de naming é reunir esses pontos como um check list e deixar como um crivo para ideias de nome que possam surgir, isso garante se a sua ideia de nome realmente é aplicável.

Então vamos com a mão a massa é hora tirar sua ideia de nome do papel e assim conseguir não deixar de registrar seu domínio e também registrar a sua marca.

Escrito por

Jorge Torrez

Especialista em pequenos e médios negócios com profundo conhecimento em Marketing Digital. Formado em Administração e MBA em Marketing Digital pela FGV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NÓS ENCONTRAMOS OS CONTADORES MAIS ADEQUADOS DE ACORDO COM SUA NECESSIDADE

Para trocar de contador ou abrir empresa, basta relatar sua necessidade e nós te conectamos com até 4 orçamentos gratuitamente

Encontrar um contador