Empreendedores

Linhas de crédito para pequenas empresas

Lisandra Suellen

|

24/02/2022

|

10 min de leitura

|

Voltar

linhas de credito para pequenas empresas
10 min de leitura

Se você empreendedor está à procura de linhas de crédito para pequenas empresas, saiba que está no post certo! Pois nós reunimos nesse conteúdo algumas dicas e informações sobre o assunto para você poder aprender um pouco mais.   

Pois sabemos que quando se trata sobre linhas de crédito para pequenas empresas, sempre acaba gerando algumas dúvidas e curiosidades sobre o assunto, então trouxemos um conteúdo recheado de novidades e dicas para você empreendedor ter sucesso.   

Mas antes de continuarmos falando sobre linhas de crédito para pequenas empresas, é necessário informar que esse conteúdo é para você empreendedor se inspirar, sanar a suas dúvidas e também trazer um pouco mais de conhecimento e melhorando o seu negócio.   

Assim você empreendedor poderá aprender um pouco mais sobre linhas de crédito para pequenas empresas, pois com as nossas dicas fará sucesso absoluto em seu empreendimento administrando melhor, então acompanhe o nosso conteúdo e desejamos uma ótima leitura!   

O que são linhas de crédito para pequenas empresas? 

Você provavelmente já viu diversas notícias sobre as novas linhas de crédito e incentivos financeiros que o governo federal, em conjunto com estados, prefeituras e outras instituições, está liberando nesse momento de crise.  

Pois então as linhas de crédito são destinadas a micro, pequenas e médias empresas, além dos MEI, com o objetivo de ajudar os empreendedores a pagarem suas contas, equilibrarem o orçamento e não fecharem as portas de vez. 

Então o empréstimo para abrir empresa vem com uma forma de ajudar o empreendedor, assim poderá obter sucesso e lucro garantido em seu empreendimento.  

Como escolher uma Linha de crédito para micro empresário? 

Pois uma das primeiras coisas que você deve avaliar na hora de decidir por um empréstimo para micro empresas é a finalidade que dará ao dinheiro, isso porque algumas linhas de crédito exigem destinação específica, principalmente as que estão ligadas ao pagamento de funcionários ou antecipação de recebíveis. 

Já outras modalidades possuem uso livre do valor emprestado, que pode ser usado para pagar contas, manter a estrutura e fazer outros investimentos, assim para comparar as diferentes linhas e instituições, critérios mais práticos devem ser avaliados, como o valor mínimo e máximo do empréstimo, qual a carência para início dos pagamentos e qual o prazo de parcelamento. 

Pois além disso quando você conta com empréstimo consignado terá que pensar também no que entra na conta como as taxas de juros, o índice de correção das parcelas, outras taxas que compõem o CET (Custo Efetivo Total) e a necessidade de apresentar uma garantia ou não. 

Exemplos de linhas de crédito para pequenas empresas 

Acesso a capital é um dos principais desafios de empresários e novos empreendedores, pois cerca de 34% dos micros e pequenos empresários considera difícil contratar linha de crédito para empresas.  

Assim em razão do excesso de burocracia, exigências dos bancos e altas taxas de juros, mas o que muitos não sabem que além das instituições financeiras tradicionais, existem dezenas de modalidades de crédito para viabilizar desde a abertura até o impulsionamento do negócio.  

Então mostraremos abaixo algumas linhas de crédito para micro empresa, assim você empreendedor poderá se inspirar e escolher aquela que mais se adequa ao seu estilo de negócio, acompanhe!  

1) Crédito para capital de giro 

Existe alguns pontos que precisam ser analisados para que uma empresa consiga alguns dos tipos de linhas de crédito disponíveis, pois a principal é definir qual a necessidade, é importante saber com clareza qual o principal objetivo da empresa ao pedir o crédito. 

Então ao saber disso, existem outros dados importantes, e são eles: 

  • Restrição: saiba quais são os possíveis fatores de restrição impostos pelas instituições financeiras, assim fica mais fácil se adequar o que for necessário; 
  • Plano de negócios: junte documentos que comprovem que a sua empresa é um negócio rentável e viável para pagar o investimento. 
  • Escolha da instituição financeira: ao saber qual a finalidade para usar as linhas de créditos, é fundamental estudar sobre as instituições que podem te auxiliar. Após a análise, procure a que mais te dará suporte durante o processo;  
  • Formalização final: por fim, depois de reunir todos os documentos e escolher a instituição, é preciso formalizar o pedido para que você receba o aceite do banco. 

Mas o que é capital de giro? Pois uma das principais dúvidas dos empreendedores é como ter dinheiro em caixa para manter a operação funcionando, com o pagamento das contas e fornecedores de forma tranquila e sem problemas. 

E as linhas de crédito fornecidas para capital de giro são inúmeras e variam de acordo com a instituição financeira, então você empreendedor pode escolher a que mais se adequa ao seu estilo de negócio.  

2) Antecipação de recebíveis 

De forma simples, antecipação ou adiantamento de recebíveis é antecipar dinheiro futuro em dinheiro presente, assim é transformar duplicatas de venda a prazo, vendas parceladas no cartão de crédito ou mesmo em cheques pré-datados de clientes em capital de giro para que assim seja possível quitar as contas atuais. 

Supondo que você tenha um comércio e realize vendas no cartão de crédito em dez parcelas, esse parcelamento pode resultar em um gap no seu fluxo de caixa e te deixar sem capital de giro para pagar as recorrências da empresa naquele período. 

Então com a antecipação de recebíveis você pode obter de uma só vez todas as parcelas pagas pelo cliente e regularizar as contas pendentes. 

3) Linhas especiais do BNDES 

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social tem como foco ajudar pequenas e médias empresas e repassa valores liberados pelo governo federal, assim esse repasse é feito em parceria com bancos privados e também com fintechs. 

O BNDES lançou 3 grandes frentes de ajuda aos empresários: o crédito para folha de pagamento, a suspensão de pagamentos e o crédito para pequenas e médias empresas. 

Na opção de crédito para folha de pagamento, é possível financiar até 2 meses dos seus gastos com pessoal e, em contrapartida, os empregos deverão ser mantidos, assim a suspensão de pagamentos vale para créditos já correntes com o BNDES e prevê o adiamento da amortização por até seis meses. Já o crédito para pequenas e médias empresas tem foco em capital de giro e oferece juros de, em média, 15% ao ano. 

4) Empréstimos de uso livre

As modalidades de crédito com garantia são muito mais baratas que os empréstimos pessoais e empresariais, pois têm uma taxa de juros mais baixa e prazo alongado de pagamento, o que resulta em parcelas menores.  

Outra vantagem é que muitas vezes o uso do dinheiro é livre, podendo ser direcionado a diversas ações dentro da empresa, como pagamento de contas, pessoal ou investimentos. 

O empréstimo com garantia de imóvel, oferecido pela Bcredi, fintech especialista em crédito imobiliário, oferece mais flexibilidade nesse tipo de operação, seja na composição da garantia ou na comprovação de renda. 

Pois os juros começam em 0,99% ao mês com até 180 meses para pagar, assim também é possível apresentar um automóvel como garantia, mas é importante comparar os valores oferecidos, as taxas de juros e as condições de contratação. 

5) Microcrédito 

Esse termo se refere aos empréstimos de baixos valores, com prazo de pagamento mais curto e juros também mais baixos, assim destinados a pequenos empreendedores, MEIs e também para informais, é considerada uma modalidade de incentivo e o dinheiro deve ser necessariamente investido na empresa. 

Assim as agências de fomento, o BNDES e outros bancos também oferecem esse tipo de empréstimo, com taxa de juros máxima de 4% ao mês. 

6) Cooperativas 

Atualmente o Brasil vem criando um ecossistema crescente de cooperativas de crédito, que são instituições financeiras que possuem uma linha de atuação mais colaborativa, com a valorização da participação de associado. 

O conceito de lucro é substituído pelas sobras, que são rateadas a cada final de exercício. Já existem mais de 900 cooperativas de crédito no Brasil, como Sicredi, Unicred e Sicoob. 

Os empréstimos nas cooperativas são direcionados aos associados e podem oferecer condições especiais, como a não cobrança de taxas de serviço. As modalidades são várias, desde o capital de giro até o microcrédito. Como possuem foco de atuação regional, tornam o crédito mais acessível em cidades menores, gerando impacto econômico e social. 

linhas de credito para pequenas empresas

LEIA TAMBÉM:  

Qual o momento de pegar empréstimo para micro empresas? 

Pois em um momento de oscilações na economia, é preciso pensar em como uma linha de crédito para micro empresário pode ajudar a empresa a se destacar, assim as vezes o empreendedor tem uma grande vontade de que o negócio cresça rapidamente e acaba dando um passo maior do que a perna. 

Então de que maneira esse erro pode ser evitado? A resposta está em verificar se realmente é necessário pegar um financiamento, assim a medida deve ser feita analisando qual a finalidade do dinheiro. 

Como conseguir empréstimo para pequenas empresas? 

Pois se você já sabe qual a melhor opção é preciso identificar as necessidades da sua empresa, assim você deve verificar qual será a finalidade do valor contratado e qual montante será emprestado.  

É necessário também pesquisar melhor a instituição financeira, assim é normal que a primeira ideia seja contratar o empréstimo no banco com o qual a sua empresa negocia, porém olhe as dicas que demos acima e analise prazos, limites, taxas de juros aplicadas, entre outros elementos importantes e que impactam o valor final do empréstimo. 

Documentações de linhas de crédito para pequenas empresas 

A documentação da sua empresa precisa estar em dia e ser apresentada na hora de realizar a solicitação da linha de crédito para micro empresa, seja on-line ou no estabelecimento de um banco ou financiadora. 

  • Contrato Social: Pois o contrato social é um documento que delimita as regras e condições nas quais uma instituição opera, assim também é nesse documento que estão definidas as obrigações e direitos que os proprietários da instituição devem seguir. 

Assim muitos consideram esse papel como uma “certidão de nascimento para instituições” e, por isso, deve estar presente como um dos documentos para solicitar crédito para a empresa.  

  • Extratos Bancários: O extrato bancário é um documento que visa listar todas as transações bancárias feitas por uma pessoa jurídica ou física, assim nele constam as saídas e entradas de dinheiro e, muitas vezes, a finalidade de cada movimentação ou para quem esse dinheiro foi enviado. 

  • Declaração de faturamento: Já a declaração de faturamento é um documento emitido anualmente por empresas dos mais diversos portes, listando os ganhos que tiveram durante o período para fins fiscais. 

  • Comprovante de endereço PJ: A instituição também precisa apresentar um comprovante de endereço da sua empresa, assim é preciso apresentar contas de água, luz, telefone ou contracheque emitido por órgão público. 

  • Documentação para sócios: Os sócios também precisam apresentar suas respectivas documentações, que são as seguintes: RG, CPF, comprovante de residência como pessoa física e IRPF de todos os sócios + recibo de envio. 

  • Documentação para empréstimo com garantia de imóvel: Para as empresas que querem dar algum imóvel como garantia, é necessário apresentar CPF e RG do dono do imóvel, além da matrícula do bem, um documento que serve como um “CPF” do imóvel. 

Gostou do nosso conteúdo sobre linhas de crédito para pequenas empresas? Então acesse o nosso canal do Youtube para mais dicas de empreendedorismo.  

COMPARTILHE
Compartilhe no Facebook Compartilhe no LinkedIn Compartilhe no WhatsApp

Escrito por

Lisandra Suellen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NÓS ENCONTRAMOS OS CONTADORES MAIS ADEQUADOS DE ACORDO COM SUA NECESSIDADE

Para trocar de contador ou abrir empresa, basta relatar sua necessidade e nós te conectamos com até 4 orçamentos gratuitamente

Encontrar um contador

Nome fantasia: 4MÃOS. RAZÃO SOCIAL: PUBLIC ONLINE MARKETING DIGITAL LTDA, com sede na R. Ambrosina do Carmo Buonaguide, 250 – Centro - SP, 07700-135, CNPJ 13.202.412/0001-56.