Como migrar MEI para ME? Veja dicas para fazer isso

Empreendedores

Como migrar MEI para ME? Veja dicas para fazer isso

Natalia Mantovani

Natalia Mantovani

|

19/03/2020

|

8 min de leitura

|

Voltar

Empreendedor procurando como abrir seu próprio negócio
8 min de leitura

Você, com toda sua força de vontade, acreditou em seu sonho e fez acontecer! Hoje você é um empreendedor e está se deparando com uma transformação boa em seus negócios. A empresa cresceu, e agora você precisa saber como migrar MEI para ME.

Exatamente, as obrigações legais empresariais devem seguir o crescimento de sua empresa, para que ela continue tomando novas proporções e traga os melhores resultados, além dessa atualização agregar segurança para a saúde financeira do seu negócio.

No entanto, para continuar tendo um crescimento, o empreendedor deve estar sempre ligado ao mercado, buscando se atualizar e inovar em aspectos diversos. Para acompanhar esses acontecimentos, deve-se se cercar de informações e profissionais especializados, como especialistas em gestão e contadores de qualidade.

Mas não precisa se preocupar, aqui te daremos uma boa base para que você inicie este trabalho de como migrar MEI para ME.

Você acompanhará a definição de critérios sobre como migrar MEI para microempresa, como isso funciona na realidade e os principais passos a se seguir!

Principais critérios que você precisará saber no processo de como migrar de MEI para ME

Existem casos de empresas que mudam automaticamente de regime tributário, sendo assim, quando se busca entender como migrar MEI para ME, é necessário saber desta questão.

Empreendedor procurando como migrar MEI para ME
É importante você saber se realmente deve migrar o porte de sua empresa

No caso, quando o limite do faturamento anual atinge R$ 81 mil, a transição é automática. Quando se é MEI, você não pode ter sócios ou abrir uma filial. Isto são algumas das condições que exercem sobre o MEI, portanto se você não sabe como migrar MEI para ME, tenha em mente isso.

Ou seja, se você:

– Estiver tendo faturamento anual maior que R$ 81 mil;

– For abrir uma filial de sua empresa;

– Optar por ter um ou mais sócios;

O desenquadramento será feito automaticamente. Isso ocorre no mês seguinte as alterações realizadas. Por isso, o empreendedor precisa estar sempre atento e alinhado com as responsabilidades contábeis.

E claro, lembrando que também é possível optar pela transição por opção própria. Se o empreendedor acredita que seu negócio está crescendo e o faturamento passará do limite, vale a pena já fazer a migração antes mesmo das mudanças ocorrerem. Isso torna o procedimento mais assertivo, além de que, contar com um profissional sempre facilita muito este processo.

Como migrar MEI para ME: Principais diferenças

Microempreendedor Individual – MEI:

– Características Principais: empresa individual, indicada para pessoas que trabalham por conta própria;

– Faturamento: até R$ 81 mil anuais;

– Objeções: o MEI não pode ter participação em outra empresa, seja como sócio, seja como titular;

– Processo legal: a abertura da empresa e o cadastro do CNPJ são muito simples, com possibilidade de o processo ser realizado diretamente pela internet;

Empreendedor procurando como migrar MEI para ME

– Forma de tributação: possui algumas vantagens tributárias, como pagamento de valores fixos e mensais por meio de guia única, emitida diretamente pela internet.

– Vantagem principal: acesso a benefícios previdenciários, como aposentadoria, por exemplo.

Microempresa – ME:

– Características Principais: indicada para empreendimentos maiores, com sócios e quadro de funcionários;

– Faturamento: pode faturar por ano até R$ 360 mil;

– Objeções: nenhuma restrição e o único requisito para enquadramento é o respeito aos limites de faturamento anual;

– Processo legal: a formalização deve ser feita na Junta Comercial;

– Forma de tributação: o empresário escolhe o enquadramento tributário pelo regime do Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

– Vantagem principal: oferece maiores condições de crescimento para o negócio.

Como migrar MEI para ME: o que muda no âmbito fiscal da empresa?

O modelo MEI é menos complexo, exige pouco entendimento no assunto, embora sempre indicamos a ajuda de um bom contador. Embora não exija um livro contábil, para o MEI ainda é necessário descrever todas as suas movimentações financeiras.

Quando pensamos em como migrar MEI para ME, deve-se saber que a proporcionalidade das demandas contábeis irão aumentar.

Sabemos que um bom enquadramento impacta na redução de impostos, portanto, isto também mudará ao tornar real como migrar MEI para microempresa. Os microempresários devem pagar os impostos com base em alguns critérios, como o tipo de atividade desenvolvida, por exemplo.

O ME deve optar entre as três opções que a lei oferece: Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido. Quando optantes pelo Simples Nacional, o recolhimento é unificado, realizado por meio do pagamento de guia única. Além disso, ele é isento do pagamento de Imposto de Renda, mas precisa realizar os ajustes anuais junto à Receita Federal.

Então se você não sabia o básico sobre o que mudaria as questões fiscais em como migrar MEI para ME, agora você já está mais informado.

Como migrar de MEI para ME: Passo a Passo

Veja um passo a passo simplificado de como migrar MEI para ME:

1- Solicite o descredenciamento como MEI

O primeiro passo, então, sobre como migrar MEI para ME, se trata do descredenciamento como MEI, assumindo a nova posição, basta:

– Acesse o portal do Simples Nacional, e comunique o desenquadramento;

– É preciso ter um código de acesso ou um certificado digital;

– Caso você ainda não tenha, basta informar o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas) da empresa, o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) do titular e o título de eleitor;

– Se não houver pendências o negócio será descredenciado como MEI de imediato.

2- Faça a alteração na Junta Comercial

O segundo passo de como migrar MEI para microempresa é comunicar o ato na Junta Comercial do seu Estado. É necessário apresentar alguns documentos, como:

– Comunicação de desenquadramento do SIMEI;

– Formulário de desenquadramento (basta obtê-lo no site da Junta Comercial);

– Requerimento do empresário (esse documento solicitado ao presidente da Junta Comercial).

Depois destes passos de como migrar MEI para microempresa você já será considerado como uma microempresa Nesse sentido, sua empresa agora está pronta para crescer e você terá que lidar com outros tipos de responsabilidades para manter tudo em ordem!

3- Ajuste os dados cadastrais da sua empresa

Embora você já seja um ME, é necessário alterar dados como Razão Social e o Capital Social, que é o montante necessário para iniciar as atividades do negócio até conseguir os recursos suficientes para que ele seja sustentável.

Aproveite o momento para atualizar tudo o que estiver pendente legalmente em sua empresa para que não exista nenhum problema que atrapalhe seu crescimento.

Mais uma vez, para que no processo de como migrar MEI para microempresa, você não encontre obstáculos, sugerimos a presença de um profissional contábil.

4-maos-cta-3
Ainda vive com aquela dúvida contábil? Entre em contato com nossos contadores parceiros agora mesmo!

Otimizar o processo de como migrar MEI para ME

Se chegou até aqui, já entendeu bastante sobre como migrar MEI para ME. Então se não quer deixar margem para o erro e entender mais sobre o assunto indicamos uma consultoria com um profissional.

Empreendedor procurando como migrar MEI para ME

Você ainda terá benefícios como alavancar suas vendas, e ficar totalmente tranquilo em relação a sua gestão financeira, tributária e fiscal, ficando totalmente em dia com as conformidades da lei, e para isso indicamos fortemente o serviço de um contador.

Com este profissional você terá:

– Otimização de seu tempo, fazendo com que você foque no que realmente interessa: produzir;

– Gestão assertiva, pois no momento econômico que estamos vivendo, erros podem ser fatais para o futuro de seu negócio;

– Redução de impostos, adequando seu regime tributário;

– Maior tranquilidade e segurança de seu negócio, criando uma base forte para seu empreendimento crescer;

– Investimento inteligente do seu dinheiro, e corte de gastos seguro, sem impactar diretamente no seu produto final, ou sua produção em si;

– e muito mais!

Como encontrar um escritório de contabilidade que se adeque a minha realidade?

Bem para encontrar o melhor escritório de contabilidade que possa te ajudar nessa etapa de como migrar MEI para ME, primeiramente será necessário uma avaliação de seu cenário. Compreenda sua realidade e o que você mais precisa:

– Otimização de tempo com pouca necessidade de serviço personalizado;

Consultoria, abrangência total dos serviços contábeis, além de atendimento personalizado;

– Meio termo entre os dois acima.

E ainda suas preferencias:

– Contabilidade com atendimento físico (reuniões e planejamentos em conjunto);

– Contabilidade online, onde você só entrega as demandas fiscais, tributárias, financeiras, entre outras;

– Contabilidade com sistema online, mas serviço pensado especialmente para você;

– Prefere baixo custo?

– Prefere custo-benefício?

– Ou da prioridade para a qualidade do serviço, pouco se importando com o valor?

E se te dissermos que você pode encontrar com apenas alguns cliques o contador terceirizado que falta em sua empresa?

E se ainda te falarmos que você pode receber até 4 orçamentos de forma totalmente GRATUITA?

Então, se isso te chamou a atenção, nós temos uma solução incrível para você!

Veja como receber até 4 orçamentos de contadores credenciados ao CRC

A Plataforma 4 Mãos te conecta com até 4 contadores, que avaliarão o seu perfil empresarial e escolherão os modelos de negócio que mais se encaixarem com o escritório deles.

Desta forma, você recebe estas 4 opções de orçamento para escolher o que cabe em sua realidade, assim é possível escolher a melhor oportunidade de negócio.

Empreendedor procurando como migrar MEI para ME

Você ficará satisfeito com o serviço e o contador poderá te atender do jeito que você espera. Cadastre-se no site e escolha suas preferencias, evidenciando suas necessidades!

Você pode optar, por exemplo, por melhor custo-benefício ou melhor preço. Tudo irá variar de acordo com o que você precisa, seria um método de simplificar este contato entre empreendedor e contador.

Ressaltamos que o cadastro para receber os orçamentos é gratuito. Tenha o poder de escolher o que é melhor para você e o que irá se adequar a sua necessidade!

Cadastre-se ou entre em contato com nossa equipe!

E se gostou do conteúdo, nos siga nas redes sociais para receber mais dicas! Estamos no FacebookInstagram LinkedIn.

Especialista da 4 Mãos apta para ajudar escritório de Contabilidade para a vender mais com a ajuda da 4 Mãos
Natalia Mantovani

Escrito por

Natalia Mantovani

Redatora da Plataforma 4 Mãos, formada em Jornalismo com amplo conhecimento em produção de conteúdo para a Web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NÓS ENCONTRAMOS OS CONTADORES MAIS ADEQUADOS DE ACORDO COM SUA NECESSIDADE

Para trocar de contador ou abrir empresa, basta relatar sua necessidade e nós te conectamos com até 4 orçamentos gratuitamente

Encontrar meu contador agora