Falhas comuns de empreendedores: conheça as cinco maiores!

Você já deve ter ouvido falar que a taxa de mortalidade das empresas brasileiras é alta, não é verdade? É lógico que fatores externos, como a burocracia, podem contribuir para esse insucesso, mas, acredite, muitas falhas comuns de empreendedores são definitivas para esse resultado.

Ainda é comum que as pessoas associem o sucesso de alguns negócios à sorte ou à perseverança do empresário. Contudo, o planejamento estratégico segue sendo a melhor opção para quem quer evitar o fracasso.

Por isso, nós resolvemos listar algumas falhas comuns de empreendedores que estão começando. Assim, você poderá evitá-las! Vamos lá?

1. Não ter um plano de negócios

Por incrível que pareça, muitas pessoas que desejam empreender não sabem o que é um plano de negócios. Esse estudo é fundamental para avaliar a viabilidade econômica de uma empresa, pois ele traz uma análise mercadológica completa.

2. Não acompanhar o mercado é uma das maiores falhas comuns de empreendedores

Entre as falhas comuns de empreendedores, o desconhecimento sobre o mercado em que se deseja atuar é um dos mais recorrentes. Independentemente de qual seja a sua ideia, você precisará contextualizá-la para a realidade econômica e do segmento no qual ela está inserida.

Existe algum projeto de lei que pode interferir no seu mercado? Qual é a projeção de crescimento nesse segmento? Esses são exemplos de perguntas que precisam ser respondidas.

3. Pagar despesas pessoais com recursos da empresa

Muitos empreendedores acabam colocando tudo a perder quando resolvem misturar as suas despesas pessoais com as empresariais. Essa falha gera descontrole financeiro, prejudica o fluxo de caixa e faz com que fornecedores e colaboradores corram o risco de ficarem sem receber.

Ademais, essa ação demonstra grande falta de planejamento pessoal e organização empresarial. Por isso, defina o seu pró-labore e respeite esse valor, sem pagar despesas pessoais com o cartão de crédito da empresa, por exemplo.

4. Errar na escolha dos fornecedores

O consumidor final não entende que o seu produto é a soma do trabalho de outras empresas. Por isso, faça uma pesquisa para escolher os melhores fornecedores possíveis. Isso também vale na hora de terceirizar tarefas, quando for o caso.

5. Não ter o suporte de um contador

Todo negócio, por menor que seja, precisa de um contador. Dessa forma, o empresário consegue ter certeza de que está pagando seus tributos corretamente — e na quantia adequada.

Em alguns casos, o empreendedor pode pagar mais impostos do que realmente precisa. Isso acontece quando ele erra na escolha do seu regime de tributação, por exemplo.

Ademais, o contador é fundamental para ajudá-lo na hora de fazer o plano de negócios, fazendo com que definir questões importantes, como preço do produto (ou serviço), sejam feitas adequadamente.

Agora que você conhece as falhas comuns de empreendedores que não estão atentos ao seu negócio, ficou mais fácil se organizar para evitá-las, não é verdade?

A 4 Mãos pode ajudá-lo a encontrar os melhores contadores (e com o melhor custo-benefício). Conheça a nossa plataforma agora mesmo!

Últimos posts

12/06/2019 - 11hs

Pontos contábeis para abertura de empresa: você sabe do que se trata?

Transformar uma ideia de negócio em uma empresa não é simples. Além de ter...

11/06/2019 - 11hs

Falhas comuns de empreendedores: conheça as cinco maiores!

Você já deve ter ouvido falar que a taxa de mortalidade das empresas brasileiras...

07/06/2019 - 11hs

Três perguntas fundamentais sobre o mapeamento de mercado!

Se você já viajou para algum lugar que não conhecia, deve ter percebido a...

Somos associados a:

Somos certificados pelo: