Dicas que podem te ajudar a trabalhar com o eSocial | 4 Mãos

Vendas Contábil

Veja algumas dicas que podem te ajudar a trabalhar com o eSocial

Avatar

4maos

|

19/03/2020

|

2 min de leitura

|

Voltar

Dicas que podem te ajudar a trabalhar com o eSocial
2 min de leitura

O eSocial é um projeto inovador que contribuiu para reduzir a burocracia relacionada a muitos processos trabalhistas dentro das empresas. Além disso, esse sistema consegue gerar dados importantes para que o Governo Federal trace estratégias para a geração de emprego, por meio dos relatórios do Caged. 

Contudo, muitos negócios ainda estão tendo dificuldades para se adaptar ao novo sistema. Isso é natural. Para ajudá-los, decidimos publicar algumas dicas que podem contribuir para que a sua empresa trabalhe melhor com o eSocial. Vamos lá?

1. Organize os dados básicos sobre os seus colaboradores

O eSocial é um sistema que integrou outros 15 sistemas. Sendo assim, as informações cadastradas precisam ser semelhantes aos cadastros realizados anteriormente. 

Por isso, o setor de RH deve se atentar aos dados básicos, como:

  • Nome;
  • CPF;
  • NIS;
  • Data de nascimento;
  • Endereço;
  • Telefone;
  • Escolaridade;
  • Estado civil e dependentes;
  • Data da admissão;
  • Data da Opção pelo FGTS etc.

Caso algum dado esteja incorreto, o sistema não aceitará a submissão de informações. Aproveite essa oportunidade para revisar as informações dos seus colaboradores. 

2. Contrate um escritório de contabilidade que sabe trabalhar com o eSocial

A atualização das informações citadas no tópico anterior pode ser muito trabalhosa para a sua empresa. Para evitar erros, a contratação de um escritório de contabilidade pode ser indicada. Assim, a sua equipe de RH pode continuar cuidando das demandas do setor. 

Além disso, contar com a ajuda de um escritório de contabilidade pode fazer com que esse processo seja feito de maneira mais fácil e segura. 

3. Atente-se à formalização do trabalhador

Devido à grande rotatividade, alguns negócios permitiam que seus profissionais trabalhassem de maneira informal até que eles providenciassem todos os documentos necessários para a contratação. 

Com o eSocial, essa prática não é mais possível. A contratação, a demissão, o cancelamento de aviso prévio, o afastamento por doença e o retorno desse afastamento devem ser informados pelo sistema no momento em que ocorrerem. 

4. Acompanhe o portal do eSocial

O site do eSocial oferece muitas dicas e informações para o empresário. Acompanhando essas notícias, a empresa estará por dentro dos novos prazos, prorrogações ou alterações nas normas vigentes. 

5. Não se esqueça dos laudos médicos

Os laudos médicos sempre foram uma das principais obrigações da empresa junto ao seu funcionário. Assim, ela comprova que oferece um ambiente seguro para o seu profissional, além de todo o suporte para a sua segurança laboral. 

Lembre-se que com o eSocial o Governo terá acesso imediato a esses laudos. Caso identifique alguma informação incorreta, os agentes públicos poderão ir até à sede da empresa para verificar pessoalmente esses documentos, como exame admissional, demissional e os exames periódicos. 

Com essas dicas ficou mais fácil trabalhar com o eSocial, não é mesmo? Então, organize-se e contrate um escritório de contabilidade para ajudar o seu departamento de RH. Você conhece os erros mais comuns que os empresários cometem? Nós preparamos um artigo completo sobre esse assunto. Leia agora mesmo!

Avatar

Escrito por

4maos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

QUER SER UM CONTADOR PARCEIRO?

Torne-se um parceiro 4 Mãos e tenha acesso a empreendedores que estão abrindo empresa ou trocando de contador, além de diversas soluções de marketing contábil no modelo de economia compartilhada.

Cadastrar meu escritório agora