Como abrir uma micro empresa? Veja dicas para este processo | 4 Mãos

Empreendedores

Como abrir uma micro empresa? Veja dicas para este processo

Natalia Mantovani

|

14/01/2021

|

12 min de leitura

|

Voltar

Empreendedor procurando como abrir uma micro empresa
12 min de leitura

Buscando sobre como abrir uma micro empresa, ou como abrir uma micro empresa individual, como abrir uma micro empresa SEBRAE, como abrir uma micro empresa MEI?

Fala-se muito de microempresas abertas (o famoso ME), mas sabe o que o processo de como abrir CNPJ micro empresa significa?

O conceito principal foi criado pela “Lei Simples Nacional”, que estipula que as empresas com faturamento anual de até R$ 360 mil são microempresas.

Além disso, para definir o porte da sua negócio e saber tirar sua ideia do papel, podemos utilizar referências do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Isso feito com base no número de funcionários e no faturamento da empresa.

Por exemplo, para o IBGE, as microempresas são vistas como fornecedores de comércio e serviços com até 9 funcionários e indústrias com até 19 funcionários.

Se sua empresa tem faturamento anual superior a 360.000 reais, você pode formá-la como uma pequena empresa, buscando saber mais sobre isso, assim como abrir uma micro empresa individual, como abrir uma micro empresa SEBRAE, como abrir uma empresa MEI.

Como abrir micro empresa

Agora que você sabe o que é microempresa, vamos ao passo a passo de como abrir uma micro empresa e seu CNPJ com segurança e rapidez.

1. Contador

Vale ressaltar que, desde a constituição do CNPJ, todas as empresas com ou sem mobilidade precisam de um contador responsável, exceto os microempreendedores individuais (MEI).

A contabilidade o ajudará a definir as atividades que farão parte da empresa. Para tornar o processo mais fácil, este profissional pode adiantar muitas etapas.

2. Definição da Constituição

Na segunda etapa, é hora de definir a forma de organização da empresa: natureza jurídica, regime tributário e atividades previstas.

Natureza jurídica

A natureza jurídica está relacionada aos estatutos do CNPJ. Ou seja, se o CNPJ tiver um ou mais sócios, qual a responsabilidade de cada sócio pelos direitos e interesses da microempresa.

Os sistemas jurídicos mais comuns são empreendedores individuais (EI), sociedades individuais de responsabilidade limitada (Eireli), Sociedade Limitada (Ltda) e Sociedade Limitada Unipessoal (SLU).

Atividades-CNAES

Definida a constituição da microempresa, é necessário verificar quais atividades farão parte da missão empresarial do CNPJ em como montar uma empresa.

Essas atividades são chamadas de CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), e é por meio delas que você pode saber quanto de imposto vai pagar.

Todas as empresas possuem uma CNAE primária. Esta que corresponde à atividade com maior faturamento total, podendo ter uma CNAE secundária.

Para fazer uma escolha a partir de um estudo das atividades previstas no formulário do IBGE, consulte o formulário completo para iniciar o processo de como abrir seu próprio negócio.

Política tributária

As atividades definidas chegaram ao momento de optar por um regime de tributação das sociedades. Sendo uma microempresa pode escolher entre as seguintes: renda nacional simples, lucro presumido ou lucro real.

Para as microempresas startup, o Simples Nacional costuma ser a melhor escolha, pois o faturamento anual não ultrapassa 360 mil reais. Mas apenas um contador ou especialista tributário pode garantir o melhor cenário para você nesta etapa.

Saiba mais sobre cada sistema tributário disponível para se inteirar.

Simples Nacional

Foi instituído em 2006 com o objetivo de arrecadar tributos estaduais, federais e municipais de maneira uniforme, promovendo o pagamento de tributos aos micro e pequenos empresários. Ao mesmo tempo em que simplifica a entrega de diversas declarações e obrigações a essas empresas.

No Simples Nacional, cada atividade calcula o imposto com base no faturamento da empresa, sendo essas atividades divididas em 5 anexos distintos e 6 faixas de faturamento.

Lucro presumido

O nome é utilizado porque a Receita Federal estipula uma tabela com o percentual estimado do lucro de cada segmento. Que é utilizada para apuração do imposto de renda e da contribuição social. Por exemplo, para uma empresa comercial, geralmente, toda a receita da empresa deve seguir os regulamentos de receita. E 8% deve ser considerado como lucro no cálculo do imposto de renda pessoa jurídica. Ou seja, há presunção de lucro das operações.

Nesse regime tributário, cada tributo e cada pagamento são recolhidos de forma distinta. Geralmente a carga tributária total do faturamento da prestadora de serviços fica entre 12,33% e 16,33%.

Lucro real

Algumas empresas precisam se qualificar para “lucros reais” por meio de atividades ou receitas. Por exemplo, empresas com faturamento anual de mais de 78 milhões de reais.

No lucro real, as contas também são cobradas separadamente, e o imposto de renda e a contribuição social são calculados com base no lucro contábil apurado. Ou seja, o balanço da empresa precisa ser fechado e verificado para apuração do IRPJ e da CSLL após todos os ajustes e compensações Base de cálculo.

Documentação

Agora que você definiu a natureza jurídica, o sistema tributário e as atividades que farão parte do CNPJ, é hora de organizar o documento.

É importante que você saiba que todo o processo é realizado em etapas. Sendo necessário estabelecer CNPJ com:

  • Delegacia de Tributos Federais
  • Cartório de Registro de Empresas
  • Prefeitura
  • Secretaria da Fazenda
  • E demais órgãos de acordo com cada situação.

Isso torna o processo muito diferente de cidade para estado. Por isso vale a pena evitar dores de cabeça durante o processo.

Como mencionamos, além do MEI, após a abertura do CNPJ, sua empresa precisará ser atendida por um contador. Mas você mesmo poderá realizar a abertura conforme a necessidade.

Geralmente, para abrir seu CNPJ, estes são documentos sobre o que precisa para abrir uma empresa:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de endereço;
  • Se casado(a), certidão de casamento;
  • Cópia do IPTU ou documento que conste a inscrição imobiliária ou a indicação fiscal do imóvel onde a empresa será instalada.
  • Número do Recibo de entrega da DIRPF 2020 ou 2019, ou caso não seja obrigado, o número do título de eleitor.

Como é que isso funciona?

Depois de dominar a documentação (que inclui CNPJ, Alvará de Funcionamento etc.), o processo começa, e as etapas geralmente seguem a seguinte sequência:

A viabilidade do endereço e razão social. Se é necessário abrir o CNPJ no endereço solicitado e se é possível usar o nome escolhido, consultar a Comissão Nacional de Comércio e a Prefeitura

Documento Básico de Entrada (DBE) nos processos. Após a homologação da viabilidade, as informações serão encaminhadas à Receita Federal via DBE.

Nesta fase, o capital da empresa será destinado, entre os sócios, números de telefone e e-mails de contato (disponíveis no cartão do CNPJ) e outros dados.

Elaboração de documentos e pagamento de taxas no plano sobre microempresa como abrir. O DBE aprovou que, além de cobrar taxas da Junta Comercial, é hora de preparar os contratos sociais da empresa.

Acordo da Comissão Comercial: a maioria das empresas está inscrita no conselho de administração. Após o pagamento dos honorários é necessário assinar todos os documentos do acordo.

Na maioria dos casos, essa assinatura pode ser física ou digital, e o e-CPF pode ser usado. Mas como mencionado acima, alguns estados atualmente funcionam apenas em processos digitais.

Após a aprovação do processo pelo Cadastro Comercial, será criado um CNPJ e a empresa será listada como empresa ativa com base na receita federal nos processos.

E ainda se atente

Registro municipal e licença comercial. Todas as empresas, independentemente de sua atividade, devem possuir registro municipal e licença comercial expedida pela prefeitura.

Este documento garante que a empresa pode operar no endereço requerido e contém as informações mais recentes sobre todos os impostos municipais da área no plano.

Estrutura simples do país: É necessário escolher o direito de cobrança de impostos neste sistema diferenciado no portal simples do país.

Após a liberação do cadastro municipal, basta acessar a página do Simples Nacional, criar um código de acesso para a empresa, fazer a solicitação e aguardar o período de habilitação.

Outros: Dependendo das atividades incluídas no CNPJ em como criar uma empresa, pode ser necessário realizar algumas outras etapas para concluir a sua vaga. Por exemplo, solicitar registro estadual, licença de bombeiro, vigilância sanitária, etc.

Qual é o custo para abrir uma microempresa?

Uma das perguntas mais frequentes no processo de como abrir uma micro empresa é o custo de abertura de uma empresa.

Conforme mencionado anteriormente em como abrir uma microempresa ME, o CNPJ é aberto a várias instituições, e as taxas e custos são cobrados por cada instituição separadamente, e as taxas variam muito em cada cidade.

Por exemplo, na Junta Comercial, o valor gira em torno de 70 reais a 350 reais, enquanto na prefeitura, o preço da grande capital varia de 120 reais a 750 reais.

Além dessas taxas, caso você opte por contratar um contador para realizar o serviço de abertura do CNPJ e como abrir uma micro empresa, a conta aumentará o valor de R$ 1.000 para R$ 1.500 em média.

Quem pode abrir uma ME?

Agora que você tem todo o conhecimento para como abrir uma micro empresa, vamos entender as condições para se constituir uma empresa dessa forma em como abrir uma micro empresa.

Microempresa refere-se àquelas empresas com faturamento anual de até 360.000 reais, incluindo esse tipo de microempreendedor individual (MEI). As regras do MEI são diferentes, então vamos considerá-lo no próximo tópico.

ME pode ser composta por empresas independentes, EIRELI, LTDA e SLU, ou seja, pode ser constituída com um ou mais sócios em como abrir uma micro empresa. Geralmente, as pessoas chegam nesse tipo de empresa por meio do processo de MEI para ME. Além disso, podem optar pelo Simples Nacional, o que é uma grande vantagem para a maioria das empresas, com menores cargas tributárias e obrigações simplificadas em como abrir uma micro empresa.

Vale ressaltar que as microempresas podem empregar funcionários, estagiários e menores de acordo com a legislação trabalhista em vigor e a regulamentação sindical em como abrir uma microempresa individual.

Como abrir uma microempresa na Internet?

Em como abrir uma micro empresa, com o advento da era digital, mesmo nas áreas mais burocráticas de nosso país, muitos processos se tornaram mais automatizados em como abrir empresa online.

Na maioria dos estados, já é possível abrir uma empresa online sem sair de casa, pois todo o processo de como abrir uma micro empresa e abertura de um CNPJ pode ser feito pela Internet.

Por esse motivo, os parceiros que precisam fazer parte da estrutura corporativa da empresa devem fornecer certificados digitais e-cpf. Este arquivo tem a função de substituir a assinatura física em como faço para abrir uma micro empresa e reconhecimento de firma no documento. Além de agilizar a abertura da empresa, o certificado digital e-cpf do parceiro também pode ser utilizado para a assinatura de outros documentos em como abrir uma micro empresa, podendo consultar o portal do IRS para verificar débitos e outras informações do CPF.

Como formalizar uma empresa com mais praticidade e assertividade?

Agora que você já entendeu mais sobre os passos de como abrir uma micro empresa, assim como já pensou em como abrir uma micro empresa individual, como abrir uma micro empresa SEBRAE, como abrir uma micro empresa MEI, com certeza deve querer saber como alavancar suas vendas.

Além de ficar totalmente tranquilo em relação a sua gestão financeira nos seus planos de como abrir uma micro empresa, contando com a gestão tributária e fiscal, para estar em dia com as conformidades da lei, indicamos fortemente o serviço de um contador. Com este profissional você terá benefícios como:

  • Otimização de seu tempo, fazendo com que você foque no que realmente interessa: produzir;
  • Gestão assertiva, pois no momento econômico que estamos vivendo, erros podem ser fatais para o futuro do processo de como abrir um negócio;
  • Redução de impostos, adequando seu regime tributário;
  • Maior tranquilidade e segurança de seu negócio, criando uma base forte para seu empreendimento crescer;
  • Investimento inteligente do seu dinheiro, e corte de gastos seguro, sem impactar diretamente no seu produto final dos seus planos de como abrir uma micro empresa, ou sua produção em si;
  • e muito mais!

Encontrando o melhor escritório contábil

Para que você possa encontrar o melhor escritório de contabilidade para te auxiliar no processo de sobre os principais pontos em como abrir uma micro empresa, primeiramente será necessário uma avaliação de seu cenário. Compreenda sua realidade e o que você mais precisa:

  • Otimização de tempo com pouca necessidade de serviço personalizado;
  • Consultoria, abrangência total dos serviços contábeis, além de atendimento personalizado;
  • Meio termo entre os dois acima previsto no projeto de abertura de empresa.

E ainda suas preferências:

  • Contabilidade com atendimento físico (reuniões e planejamentos em conjunto), facilitando ainda mais o processo de como abrir empresa online;
  • Escritório de contabilidade online, onde você só entrega as demandas fiscais, tributárias, financeiras, entre outras;
  • Contabilidade com sistema online, mas serviço pensado especialmente para você;
  • Prefere baixo custo?
  • No seu cenário sobre como abrir uma micro empresa, prefere o custo-benefício?
  • Ou da prioridade para a qualidade do serviço, pouco se importando com o valor?

Uma contabilidade é essencial para que você consiga abrir empresa!

Agora que você já sabe tudo sobre o assunto de custo para abrir empresa, é essencial contar com uma equipe de contadores que entende do assunto. Você ficará satisfeito com o serviço pois o contador poderá te atender do jeito que você espera. Fale com um especialista agora mesmo e não perca tempo!

Dessa forma, você consegue focar em todos os seus projetos enquanto os contadores trabalham em demandas que você não possui tanto conhecimento. Solicite um orçamento para realizar abertura de empresa gratuita e conseguir ser visto com cada vez mais profissionalismo!

Gostou do conteúdo sobre o custo para abrir empresa? Não deixe de acessar nosso blog para conferir os demais artigos e saber como realizar uma melhor gestão de seu empreendimento.

Escrito por

Natalia Mantovani

Redatora da Plataforma 4 Mãos, formada em Jornalismo com amplo conhecimento em produção de conteúdo para a Web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NÓS ENCONTRAMOS OS CONTADORES MAIS ADEQUADOS DE ACORDO COM SUA NECESSIDADE

Para trocar de contador ou abrir empresa, basta relatar sua necessidade e nós te conectamos com até 4 orçamentos gratuitamente

Encontrar um contador