Como abrir empresa em São Paulo

como abrir empresa em são paulo

Quando decidem entrar no mundo dos empreendedores, muitas pessoas não sabem da quantidade de etapas que essa ação pode trazer. E caso tenha optado, mas não sabe como abrir empresa em São Paulo, você pode ficar um pouco preocupado com o caminho que precisa fazer para conseguir inaugurar seu negócio. Mas fique calmo (a), pois seu trabalho está prestes a ficar mais fácil.

Seguindo nossa “receita de bolo” que consta abaixo, você vai ter menos problemas (ou quem sabe nenhum deles) ao quando for abrir empresa em São Paulo. Vamos entrar no mundo dos empreendedores agora mesmo? Boa leitura!

Mercado de São Paulo

Sendo a cidade que possui o maior PIB de nosso país, São Paulo é um dos principais mercados da América Latina. Possuindo 12, 18 milhões de habitantes, a “terra da garoa” é considerado um ótimo local para abrir um negócio, segundo diversos especialistas no assunto.

Com um Produto Interno Bruto (PIB) de mais de R$ 2.000.110 milhões em 2016, a cidade conta com alto número de empresas especializadas em Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas (cerca de 530 mil). Além disso, possui mais 175 mil comércios voltados para Atividades Administrativas E Serviços Complementares.

Como abrir empresa em São Paulo é uma ação assertiva, já que estará colocando seu capital dentro da cidade que mais gera dinheiro para o país.

 

Como abrir empresa em São Paulo?

Planejamento é a palavra-chave da primeira etapa

Talvez o processo mais “complicado” de abrir um negócio seja escolher o segmento que você vai atuar, pois é necessário fazer um importante estudo de mercado para saber se é realmente viável colocar sua ideia em prática, assim como estruturar as etapas para aplicá-las. Apenas com isso você vai compreender como o seu mercado atua, determinar seu público-alvo e demais tarefas que envolvem essa etapa.

Não descarte a escolha da atividade que você vai desenvolver, ação que vai ser essencial para você “ter um norte” nesse processo. São eles:

  • Prestação de Serviços:  Para seus estregáveis o fator do capital humano é muito importante, ou seja, a mão de obra ou esforço intelectual será fator crucial para sua prestação de serviço;
  • Indústria: Mercado que é focado em entregar produtos para os consumidores através do uso de uma determinada matéria-prima, nesse caso além da mão de obra o maquinário alinhado a tecnologia vai impactar diretamente em seus entregáveis;
  • Comércio Atacadista: Empresas focadas em vender produtos para outras empresas e donos de comércios em geral.
  • Comércio Varejista:  Empresas focadas em vender produtos em unidade para os consumidores finais. São exemplos: mercados, lojas de departamento, papelaria etc.
  • ONGs:  Sendo a sigla para Organização Não Governamental, essas são instituições que geralmente possuem uma causa como propósito. Pode ser de animais, idosos, artesanato e muito mais. Como geralmente precisa de gerar uma renda, é essencial que o dono de uma ONG abra empresa para ter acesso a descontos e tributos menores.

Depois é hora de verificar qual será a natureza jurídica de sua empresa

Representando o regime jurídico de seu futuro negócio, essa ação essencial para que você esteja dentro da legalidade. Servindo como uma espécie de “selo”, o regime jurídico de sua empresa pode ser resumido como a relação que uma pessoa jurídica (que pode ser pública ou privada) com a fiscalização sobre uma empresa, por meio de dados cadastrados nos órgãos públicos.

Sendo essa uma ação indispensável para que a empresa seja aberta sem problemas, essa questão vai fazer com as normas devidas sejam aplicadas sem erros que te impeçam até mesmo de trabalhar. Existem muitas naturezas jurídicas, mas quando falamos de empresas, essas são atribuídas:

  • Empresa individual ou MEI: nesse caso, uma única pessoa responde pela empresa, e o nome registrado com o empreendimento deve ser o civil, completo ou abreviado. Nesse tipo de natureza jurídica, apenas uma pessoa (no caso, a jurídica) pode ser o titular;
  • Sociedade Limitada: reúne dois ou mais sócios que possuem uma mesma finalidade: exploração de bens e serviços. Aqui, entram todas as empresas que contribuem com um investimento de capital social e boa constituição empresarial;
  • Sociedade Simples (também chamada de SS): já neste tipo são enquadradas as empresas que são focadas em prestar serviços que necessitam de atividades que envolvem o uso de nosso intelectual de uma forma cooperativa. Para ficar claro: os donos não exercem de comerciantes e sim como líderes de sua função. Um exemplo básico são escritórios de Contabilidade e Advocacia, assim como cooperativas etc.;
  • Sociedade Anônima: empreendimentos na qual o capital não é ligado diretamente a um nome, mas sim é dividido em ações. Aqui, a compra e venda das ações podem acontecer de forma livre, sem a necessidade da assinatura de contrato ou qualquer documento que formalize esse processo.
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (também chamada de EIRELI): nessa última natureza jurídica, a empresa pertence a apenas uma pessoa. O capital (valor de investimento) deve ser integral, e não pode ser maior do que o salário mínimo que está vigente.

E quais documentos são necessários para abrir empresa em São Paulo?

Não é necessária uma grande papelada para entrar no mundo dos empreendedores: da parte dos sócios, será necessário:

  • Apresentar uma cópia simples do comprovante de residência de cada um (se houver mais de um);
  • 2 Cópias autenticadas do RG e CPF de cada um
  • Uma cópia do cópia do espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano atual;
  • Cópia da certidão de casamento (caso aplicável)

Sobre a empresa, será necessário separar duas cópias simples do IPTU do Imóvel e outras duas cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda. Já para a empresa em si, é preciso apresentar apenas 2 cópias simples do IPTU do Imóvel, além de 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

Caso você opte por ser MEI, não precisa realizar tudo isso. Quem se caracteriza como MEI, pode pedir seu CNPJ de forma automática e diretamente pelo Portal do Empreendedor.

Se atente aos documentos solicitados por órgãos públicos

Também é importante você saber que para abrir empresa em São Paulo, vai ser necessário fazer o registro da Junta Comercial do Estado de São Paulo, a JUCESP. São diversos documentos e formulários para poder atuar na cidade, veja;

  • Três vias (no caso de empresário, 4 vias) do Contrato Social ou, Estatuto ou Requerimento de Empresário Individual;
  • Uma via da Ficha de Cadastro Nacional (FNC) no modelo 1 e 2;
  • 1 Via do Requerimento Padrão;
  • Pagamento da Guia de Recolhimento (JC) e DARF (CNE) correspondentes às suas taxas.

Se tudo estiver certo, você vai receber o Número de Identificação do Registro de Empresa (conhecido por NIRE), que possui o número fixado no ato constitutivo, feito pela própria Junta Comercial ou Cartório.

Não esqueça do CNPJ

Depois que tiver o NIRE, sua próxima ação vai ser registrar a empresa como contribuinte. Em outras palavras, você vai conseguir o CNPJ de seu negócio. Esse procedimento é feito pela Receita Federal, seja pela internet ou presencialmente. Caso prefira ir até um local, é necessário apresentar alguns documentos que podem ser entregues no dia que você emitir ou enviá-los via Sedex para a Secretaria da Receita Federal. Dica: prefira levar tudo presencialmente para não ter que fazer um processo duas vezes!

A Inscrição Estadual não deve ser deixada de lado

Sendo necessário para empresas que trabalham (ou irão trabalhar) com a produção de bens e/ou venda de mercadorias, esse registro deve ser feito na Receita Estadual ou Secretaria da Fazenda. E ele não é feito sem motivo: é útil para o recolhimento de um importante tributo: ICMS (Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços). Veja os setores que precisam da Inscrição Estadual:

  • Comércio;
  • Indústria;
  • Serviços de transporte intermunicipal e interestadual;
  • Energia;
  • Comunicação.

Vale lembrar que essa solicitação deve ser feita por um contador pré-autorizado, que possui uma senha de acesso.

Inscrição Municipal também é importante

Feito junto com a Prefeitura Municipal, esse documento serve com uma documento que permite o funcionamento. Ele é obrigatório para empresas que prestam serviços, possuindo relação direta com o recolhimento de outro importante tributo ISS (Imposto Sobre Serviços).

Já a Inscrição Municipal é o registro feito junto a Prefeitura Municipal, que serve como uma espécie de permissão de funcionamento. Ela é exigida para empresas que prestam serviços, e tem relação direta com o recolhimento do ISS (Imposto Sobre Serviços).

Por último, solicite o Alvará de Funcionamento

Como você deve saber, toda empresa precisa de uma liberação do município para conseguir trabalhar. Dessa forma, vai ser preciso solicitar um alvará na Prefeitura ou outro órgão governamental municipal. Você pode abrir sua empresa com um alvará provisório, mas é importante correr atrás de um definitivo o quanto antes para não ter que fechar as portas um tempo depois de abrir.

Depois de conseguir isso, não deixe de procurar por outros órgãos específicos, como:

  • Cadastro na Previdência Social;
  • Corpo de Bombeiros para emissão de alvará;
  • Alvará da Vigilância Sanitária;
  • CADAN;
  • INPI.

Depois que realizar esses procedimentos, você está pronto para abrir sua empresa!

RECEBA 4 ORÇAMENTOS GRATUITOS DE ATÉ 4 ESCRITÓRIOS CONTABÉIS

Se você achou todo esse muito burocrático e precisa de apoio para realizar essas atividades, a plataforma 4 Mãos te conecta GRATUITAMENTE com até 4 escritórios contábeis, é muito simples: Solicite agora mesmo

Você só precisa entrar em contato conosco e dizer de qual serviço contábil precisa (como abertura de empresa). Em seguida até quatro escritórios contábeis irão lhe enviar orçamentos gratuitamente. Dessa forma você ganha mais tempo ainda, recebendo orçamentos de escritórios que são homologados pela plataforma, ou seja, que possuem cadastro no CRC (Conselho Regional de contabilidade) para realizar todos os procedimentos necessário para abrir empresa em São Paulo.

Dessa forma, você pode se dedicar a parte mais estratégia do seu negócio ao invés de comparecer aos mais diversos órgãos públicos para conseguir abrir sua empresa.

Temos dica incríveis para empreendedores em nossas mídias sociais, não deixe de nos seguir no Instagram!

Últimos posts

empreendedora que sabe dos cuidados de abrir empresa

19/11/2019 - 13hs

Cuidados para quem quer abrir empresa

Quer abrir empresa sem erros? Saia do mundo das dúvidas e leia agora mesmo...

equipe estudando os beneficios de abrir empresa

18/11/2019 - 14hs

Benefícios para o empreendedor ao abrir empresa

Sempre teve o sonho de abrir empresa, mas algo te impede? Reunimos os benefícios...

Homem procurando em como abrir empresa na Baixada Santista

14/11/2019 - 13hs

Como abrir empresa na Baixada Santista

Você é empreendedor (a) e quer entrar no mundo dos negócios? Neste texto lhe...

Plataforma 4 Mãos conecta empreendedores com escritórios de contabilidade, além de viabilizar soluções digitais de economia compartilhada para diversos escritórios contábeis.

Redes sociais

Contato

Somos associados a:

Somos certificados pelo:

Olá!
Posso te ajudar?
Powered by